terça-feira, 4 de agosto de 2009

Calçada de Carriche...


Luísa sobe, sobe a calçada,
sobe e não pode que vai cansada.

Sobe, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.

Saiu de casa
de madrugada;
regressa a casa
é já noite fechada.
Na mão grosseira,
de pele queimada,
leva a lancheira
desengonçada.

Anda, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.

Luísa é nova,
desenxovalhada,
tem perna gorda,
bem torneada.
Ferve-lhe o sangue
de afogueada;
saltam-lhe os peitos
na caminhada.

Anda, Luísa. Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.

Passam magalas,
rapaziada,
palpam-lhe as coxas
não dá por nada.

Anda, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.

Chegou a casa
não disse nada.
Pegou na filha,
deu-lhe a mamada;
bebeu a sopa
numa golada;
lavou a loiça,
varreu a escada;
deu jeito à casa
desarranjada;
coseu a roupa
já remendada;
despiu-se à pressa,
desinteressada;
caiu na cama
de uma assentada;
chegou o homem,
viu-a deitada;
serviu-se dela,
não deu por nada.

Anda, Luísa. Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.

Na manhã débil,
sem alvorada,
salta da cama,
desembestada;
puxa da filha,
dá-lhe a mamada;
veste-se à pressa,
desengonçada;
anda, ciranda,
desaustinada;
range o soalho
a cada passada,
salta para a rua,
corre açodada,
galga o passeio,
desce o passeio,
desce a calçada,
chega à oficina
à hora marcada,
puxa que puxa, larga que larga,
toca a sineta
na hora aprazada,
corre à cantina,
volta à toada,
puxa que puxa, larga que larga,

Regressa a casa
é já noite fechada.
Luísa arqueja
pela calçada.

Anda, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada,

Anda, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.


(António Gedeão)

Há dias em que todas nos sentimos um pouco "LUISAS"
Quantas "LUISAS" por aí ???....

9 comentários:

Sandra disse...

Ola minha doce amiga.

Tem um gostoso abraço te esperando no blog Uma Interção de Amigos e um blog lindo na Curiosa.
Passe lá.
Te espero minha Princesa.
Com carinho
Sandra

Olavo disse...

Olá boa noite..seu banner esta pronto..preciso de um endereço de email para enviar.
Beijos

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga SONHADORA

Infelismente há tantas Luisas por este Portugal inteiro.
O que é lamentável,
Sempre a mesma rotina em cada dia,
sem que haja quem se preocupe
fazrt algo pelas Luisas.

Um beijo

Alvaro

Andreia disse...

Bom dia querida , ja é Bom Dia! Todas nós temos um pouco de Luíza, talvez muito e não pouco, depende muito do ponto de vista.
Eu acho que temos muitas Luizas dentro de nós. Só que ainda não nos rebelamos!!!
Beijinhos doces amiga e passe lá no blog tem miminho para você!!!











1

Andresa disse...

Nessas calcas passei.... e por aqui fiquei.

Li seus escritos, belos poemas, um maravilhoso blog

Sua nova amiga
Andresa Araujo

Olavo disse...

Tem promoção nova no blog com sorteio de template junto com banner e selo para o mesmo blog td personalizado..Quer ganhar um..participe..mas rapidinho o sorteio é amanha..
Abraços

Lilá(s) disse...

Hum, como eu gosto de António Gedeão...
bj

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi amiga! É, o António Gedeão quase mata a pobre da Luísa. Eu cansei só em ler, imagina só o sacrifício da pobre coitada.

Realmente, existem muitas Luísas neste mundo, verdadeiras heroinas do lar. Aquí segue os meus sinceros parabéns e o meu mais afetuoso abraço para todas, sem distinção.

Beijos,

Furtado.

Sandra disse...

Lhe agradeço por tudo Minha Linda flor.
Sandra